Dia da Mentira 2017

Dedos cruzados para o dia da mentira

Datas da Dia da Mentira

O Dia da Mentira está previsto para as seguintes datas:

  • sábado 1 abril 2017
  • domingo 1 abril 2018
  • segunda-feira 1 abril 2019

A data é fixa e será sempre celebrada no dia 1° de abril.

Dia da Mentira

Não somente no Brasil, mas também em outros países, o dia 1° de abril é comemorado como o Dia da Mentira (poisson d’avril – peixe de abril na França; april fool – bobo de abril nos EUA; april gowk – tolo de abril na Escócia). Nesse dia, a brincadeira é inventar histórias falsas e contá-las como se fossem verdadeiras, com o objetivo de assustar ou surpreender o interlocutor.

Origem

Não existe uma versão oficial que justifique a origem do dia 1° de abril como Dia da Mentira. Há, porém, algumas hipóteses que podem explicar a comemoração da data. A mais difundida remonta ao século XVI na França, época em que o calendário utilizado pelos países europeu sofreu uma importante alteração1.

Nessa época, ao invés de ser celebrado no dia 1° de janeiro, o ano novo era comemorado no dia 25 de março, chegada da primavera2, sendo que as festividades duravam até o dia 1° de abril. Nesse período, era comum a troca de presentes durante os festejos3. Além disso, a data de comemoração do ano novo na França não era uniforme, sendo que diferentes cidades o celebravam cada um a sua maneira, na data de sua conveniência4. Na época, a rainha Catherine de Médicis saiu em turnê pela França para apresentar o país ao seu filho, o futuro rei Carlos IX. Durante essa passagem, foi decidida a uniformização do calendário, definindo que a contagem dos dias do ano teria início no dia 1° de janeiro4. Essa decisão de 1564 ficou conhecida como Édito de Rossilhão3e acabou causando confusão.

Existem duas versões que explicam a sequência da história. A primeira diz que os franceses mais conservadores simplesmente decidiram manter seus festejos no final de março, sendo ironizados pelo restante da sociedade. A segunda destaca a precariedade dos meios de comunicação da época. Dessa forma, a notícia sobre a mudança do calendário teria demorado a se espalhar, criando terreno fértil para enganos e para que a confusão fosse aproveitada para gozações, brincadeiras e mentiras1.

O decreto assinado pelo rei francês só teve efeito em 1567, 15 anos antes da reforma do calendário gregoriano feita pelo papa Gregório XIII, em 15821. Nesse calendário, o papa estende a medida aos cristãos, difundindo o 1° de janeiro para todo o mundo5.

Conta-se que aqueles que continuaram a comemorar o ano novo em março eram chamados de “bobos”. Além disso, criou-se também o hábito de aproveitar o antigo costume da troca de presentes para oferecer presentes falsos: corda para amarrar o vento, coador sem orifício, entre outros5.

No Brasil

Não há consenso sobre a origem do Dia da Mentira no Brasil. Uma das versões explica que a ideia veio do ritmo da natureza, que costumava surpreender as pessoas na passagem de março para abril com mudanças climáticas drásticas e repentinas1. Outra versão diz que, por volta de 1800, a tradição da gozação se espalhou pela Inglaterra e, em seguida, por todo o mundo todo. No Brasil, o primeiro estado a adotar a brincadeira teria sido Pernambuco. Um jornal chegou até a publicar, no 1° de abril de 1848, uma notícia sobre a morte de D. Pedro II6.

Festa Popular

Efemérides

Quarta-feira 28 Junho Semana 26 | Irineu DLua crescente

As efemérides em seu site?
Adicione o nosso widget em apenas 2 cliques!