Natal 2017

Natal Luz, Serra da Rocinha 2010
lannesduering / cc-by-nc-sa

Datas da Natal

O Natal está previsto para acontecer nas seguintes datas:

  • segunda-feira 25 dezembro 2017
  • terça-feira 25 dezembro 2018
  • quarta-feira 25 dezembro 2019

A data é fixa e será sempre celebrada no dia 25 de dezembro.

Natal

No dia 25 de dezembro, feriado nacional, comemora-se o Natal no Brasil. A data faz parte do calendário cristão de festividades, quando é celebrado o nascimento de Jesus.

Costumes

Nesse dia, as famílias se reúnem para um almoço de confraternização ao redor de uma mesa farta, ou se contentam de reencontrar entes queridos para um momento amigável. Muitos privilegiam a data para fazer caridades aos mais necessitados ou para se reconciliar com parentes ou amigos, após um período de desentendimentos. Já os devotos aproveitam para ir à missa, quando as leituras e cânticos celebram o nascimento de Cristo. Tradicionalmente, o clima que prevalece é o de confraternização, marcado também pela troca de presentes entre as pessoas. Além disso, o Natal é uma data de grande apelo comercial, responsável por aquecer as vendas de fim de ano.

O Papai Noel é figura obrigatória das comemorações natalinas, principalmente para as crianças, que esperam ansiosamente a distribuição de presentes. O bom velhinho é fonte de inspiração para um comportamento exemplar e para a prática da generosidade. Há ainda entre as crianças o hábito de escrever cartas ao Papai Noel, nas quais elas relatam suas esperanças e virtudes, justificando merecer ganhar o presente tão sonhado. No Brasil, o Papai Noel pode agir de diferentes maneiras: ele pode “deixar” aos poucos os presentes no pé da árvore, nos dias que antecedem o natal; pode passar nas casas à noite, antes da ceia, trazendo as surpresas; ou pode deixar os presentes durante a madrugada do dia 24 para o dia 25.

A decoração natalina também faz parte dos rituais de fim de ano. A árvore de natal é um símbolo indispensável da festa, sendo enfeitada com bolas coloridas ou motivos natalinos. As guirlandas penduradas nas portas das casas, os cenários inspirados na temática do Papai Noel e as microlâmpadas ajudam a criar o clima de natal. Os cristãos aproveitam também para montar seus presépios, que reproduzem o nascimento de Jesus na manjedoura e a visita dos três reis magos1.

Entre os pratos típicos que compõem as ceias de natal, o peru, o chester, o tender e o pernil assados são uns dos mais tradicionais. Geralmente, são servidos acompanhados de arroz, salada de folhas, salpicão e farofa. Outros alimentos que fazem parte dos costumes natalinos são o bacalhau, o panetone, as frutas secas e as típicas da estação, a rabanada2e o vinho tinto.

Origem

A origem da comemoração do Natal é controversa. Muitos estudiosos concordam com a tese de que o Natal surgiu a partir de uma comemoração pagã que existia antes mesmo do nascimento de Jesus. Sabe-se, porém, que muitos rituais pagãos foram incorporados pelo Cristianismo, entre eles, o Natal.

O dia exato do nascimento de Jesus também é incerto, já que os evangelistas não mencionam a data de seu nascimento. O apóstolo Lucas mencionou que os pastores estavam em vigília durante a noite. "(...) Havia naquela mesma comarca pastores que estavam no campo, e guardavam, durante as vigílias da noite, o seu rebanho" (Lucas 2:8). Assim, a cena sobre o nascimento de Cristo não poderia ter acontecido em dezembro, período de inverno no hemisfério norte. Estima-se, portanto, que Cristo teria nascido por volta do mês de setembro, na cidade de Belém. "E, tendo nascido Jesus em Belém de Judéia, no tempo do rei Herodes, eis que uns magos vieram do oriente a Jerusalém (...)” (Mateus 2:1,11)3.

Além disso, estudos mostram4que o Natal como conhecemos hoje aconteceu pela primeira em 354 d.C, quando o nascimento de Jesus foi celebrado pela primeira vez. Essa celebração veio substituir uma tradicional festa pagã que comemorava o nascimento do sol, chamada Natalis Invicti Solis, realizada pelos persas.

Com o passar dos anos, surgiu a necessidade de definir uma data para celebrar o nascimento de Cristo. Algumas correntes religiosas passaram a celebrá-lo no dia 6 de janeiro, dia de Epifania, palavra que tem origem grega e significa manifestação da divindade aos seus fiéis. Finalmente, no ano de 440 d.C., foi estabelecida uma data comum à comemoração. A comemoração teria início no dia 25 de dezembro e terminaria no dia 6 de janeiro.

Assim, o ano litúrgico dos cristãos tem início quatro semanas antes do Natal, com o Tempo do Advento. Esse é considerado um período de preparação para o nascimento de Jesus.

O Papai Noel

O Papai Noel foi inspirado na figura do bispo turco Nicolau de Mira. Mesmo se não há registros sobre sua vida, conta-se que ele nasceu no século III, foi um homem muito rico e passou sua vida presenteando os pobres. Sua generosidade garantiu-lhe a fama de benfeitor e as diversas histórias surgiram a seu respeito transformaram-no em mito. Ele ficou inclusive conhecido com santo distribuidor de presentes, o que lhe garantiu o nome de Santa Claus. Por volta do século XIII, o santo deixou de ser comemorado na primavera para ser celebrado em 6 de dezembro. Sua imagem foi relacionada às crianças, a quem deixava presentes montado num burro. Com a contra-reforma, o costume foi alterado e definiu-se que a entrega dos presentes seria feita em 25 de dezembro5.

Festa Cristã

Efemérides

Terça-feira 21 Fevereiro Semana 8 | Pedro WLua minguante

As efemérides em seu site?
Adicione o nosso widget em apenas 2 cliques!